whatsapp 31 975209416

contato@soulife.me

SUSTAINABLE OUTDOOR LIFE

QUEREMOS SUA OPINIÃO

Se tem alguma sugestão, dúvida, quer fazer parte ou quer conhecer mais sobre o projeto e nossos parceiros, mande sua mensagem pra gente!

© 2018 by Soul Place

Buscar

O Problema dos plásticos nos oceanos cada vez mais evidente tem sido tema de campeonatos de surf e de eventos da ONU, com um alerta que, até 2050, poderemos ter mais plásticos do que peixes nos oceanos. Tendo as ondas como habitat natural, é fácil imaginar surfistas relacionados à preservação dos mares; a maior parte das pranchas, porém, principal equipamento do surf, são feitas exatamente de um material plástico, derivado do petróleo: PU (Poliuretano) ou EPS (popularmente conhecido como Isopor). E como tudo isso se relaciona com os acabamentos da construção civil?


Aqui entra a empresa catarinense Santa Luzia, que acaba de lançar seu primeiro vídeo com conteúdo sobre Surf e Sustentabilidade, com participação do atleta profissional William Cardoso, shappers renomados do surf internacional e em parceria com projeto Soul (Sustainable Outdoor Life), conhecido por suas pesquisas e conteúdos nessa área. A Santa Luzia, fabricante de rodapés e revestimentos, utiliza como principal matéria prima de seus produtos o mesmo material utilizado na fabricação das pranchas de surf, mas, com um detalhe: PU e EPS 100% reciclados pela empresa! Ou seja: A empresa utiliza os resíduos de materiais como as pranchas de surf, entre outros produtos, como matéria prima pra fabricação de seus rodapés e revestimentos, fazendo parte de uma solução para a questão dos plásticos que poluem nossos oceanos! O vídeo traz conscientização sobre todo esse contexto!




Desde de 2012 a empresa já faz parcerias com fabricantes de pranchas em vários estados no Brasil, recolhendo os resíduos da fabricação e transformando em seus produtos de primeira qualidade, a novidade é que a partir do ano de 2018 a empresa tem se aproximado ainda mais do ambiente do surf e das praias, através de seu patrocínio ao atleta catarinense William Cardoso e o desenvolvimento de ações de conscientização ambiental, como as realizadas no Rio de Janeiro junto à ONG Route Brasil e a parceria com a empresa Soul.


“A Santa Luzia recicla em média 600 toneladas de Isopor por mês, dando um novo destino a um material que não deve ser mais encarado como lixo”, explica Marcos Effting Zanette, CEO da Santa Luzia. “Precisamos quebrar a linearidade de pensamento onde a responsabilidade das empresas, por exemplo, terminaria quando o consumidor compra o produto. Um dos maiores desafios do século XXI é educar a sociedade no sentido de pessoas conscientes de suas atitudes e ações”, completa. O vídeo é um dos primeiros materiais a serem lançados especificamente sobre esse assunto e está disponível pelo link: https://youtu.be/DddgSvAcGCg


Conheça mais sobre o trabalho da Santa Luzia: https://www.santaluziamolduras.com.br/ Soul: https://www.soulife.me/ Route: https://routebrasil.org/

#mareslimpos #consumoconsciente #sustainableoutdoorlife

Artigos de plástico de uso único, como pratos, talheres, canudos, ou cotonetes, serão proibidos na UE sob os planos adotados na quarta-feira.

Foto: Fotografa e ativista - Ju Martins

O Parlamento Europeu, que representa os Estados membros da União Europeia , assumiu um enorme compromisso no combate à poluição por plásticos através de uma política ambiciosa. Segundo o plano proposto, itens descartáveis ​​de plástico, como pratos, talheres e canudos, seriam proibidos no mercado da UE a partir de 2021. O plano também incorporará plásticos oxodegradáveis ​​(descartáveis ​​que se fragmentam em pedaços menores com oxigênio e UV), embalagem e recipientes de poliestireno expandido, na proposta abrangente e ambiciosa. A proposta poderá ser aprovada em novembro.

Este é um enorme passo à frente na luta contra a poluição plástica e mostra como as ações tomadas em nível local inspiraram nações e órgãos do governo regional a adotarem metas mensuráveis ​​e significativas para combater a epidemia do plástico.  A proposta não apenas proíbe os produtos de uso único que têm alternativas já existentes e viáveis, mas também cria níveis de redução de metas para os itens plásticos mais difíceis de substituir. As garrafas plásticas para bebidas, segundo a proposta, exigirão uma taxa de reciclagem de 90% até 2025 e o consumo de outras embalagens descartáveis ​​de plástico precisará ser reduzido em 25% até 2025. 


Imagem produzida em coleta de praia da ong Route Brasil.

Cigarros

O maior vilão de nossas praias, sendo o ítem mais encontrado no ambiente além de o mais poluente, pontas de cigarro também foram incluídas nesta proposta com uma meta de redução de 50% até 2025 e 80% até 2030. Como parte desta proposta, as empresas de tabaco que produzem filtros de cigarro terão responsabilidade na matéria, cobrindo os custos da recolha de resíduos para as suas pontas de cigarro. Essa política conhecida como "produtor pagador", garante que a empresa que cria um produto seja responsável por ele durante todo o seu ciclo de vida. 


Brasil

Apesar de ser uma luta antiga, graças ao sucesso da campanha Mares Limpos (Clean Seas), lançada ano passado pela ONU Meio Ambiente e graças aos eforços individuais de ativistas do país e movimentos como o Menos 1 Lixo , o assunto se tornou popular e ganhou apoio de artistas pela causa, nos ajudando a avançar em termos legislativos em algumas cidades como Rio de Janeiro e Santos que já proibiram a distribuição de canudos plásticos e Florianópolis que criou uma campanha #floripalivredeplástico.

O canudo é um símbolo forte, já que é um ítem na maior parte das vezes dispensável, mas precisamos cuidar para que não seja o único.


Faça sua parte

Todos nós temos opção de escolha na hora de consumir um produto. Siga alguns passos simples para gradativamente fazer uma mudança de hábitos que irá ajudar muito o planeta:

1 - Tenha sempre à mão sua garrafinha de água ou copo reutilizável. Onde quer que vá, leve ele como seu fiel companheiro!

2 - Evite as sacolas plásticas em supermercados e lojas. Existem ecobags de diversos tipos, para todos os estilos, algumas vem em chaveiros que te ajudam a estar sempre com elas. Além disso você pode usar pedir caixas de papel, se esquecer a sua.

3 - Dê o exemplo. Sempre que puder, explique aos amigos e as pessoas próximas quanto de copos e sacolas plásticas você tem deixado de descartar, utilizando os seus!

4 - Sempre que for à praia ou na natureza, tente trazer com você os plásticos que encontrar, a natureza agradece!

5 - Antes de comprar um produto faça-se as perguntas: Eu preciso? Como esse produto foi feito e que impacto gera? Existe outra opção tão boa quanto essa que seja mais sustentável?

6 - Siga projetos e pessoas inspiradoras que possam sempre te ajudar com soluções e inspirar a contribuir com mais ações para impactar de forma positiva o planeta!


Continuamos juntos! Aloha!


Referencias de texto retiradas de artigo do site da ong Surfrider.

Atualizado: 7 de Jun de 2018

A Virada Sustentável é um movimento de mobilização colaborativa em prol da sustentabilidade e organiza o maior festival do tema do Brasil. Começou em São Paulo e já realizou outros festivais em Manaus, Valinhos e Porto Alegre. A Virada Sustentável no Rio de Janeiro acontecerá entre os dias 8 e 10 de junho de 2018. 


Você tem a chance de participar de dezenas de oficinas, palestras e outras atividades que tanto podem trazer experiência e aprendizado como irão contribuir para o meio ambiente e a comunidade! Aqui iremos destacar três atividades que tem muito a ver com o consumo consciente e com a conscientização sobre a questão dos plásticos nos oceanos ( talvez muita gente não saiba mas o problema começa começa mesmo em cidades do interior, longe da praia ).


1 - DIA 9/6 - SÁBADO - 12h - MARCHA PELOS OCEANOS - WWF

A Marcha pelos Oceanos é um projeto da sociedade civil para chamar a atenção da saúde do planeta. A partir de 11h haverá concentração com confecção de cartazes e apresentação de uma "mini bateria" no Leme. O grande momento será de 12h às 13h quando acontecerá a caminhada pacífica e simbólica, pela orla do Leme até Copacabana (altura do Posto 4), com o intuito de chamar a atenção sobre a importância da proteção e conservação dos oceanos.

mais informações no link: https://www.marchapelosoceanos.org/

2 - DIA 9/6 - SÁBADO - 13h - EXIBIÇÃO DE EPISODIO SÉRIE MARES LIMPOS - MENOS 1 LIXO


Na véspera do Dia Mundial dos Oceanos, dia 7 de junho, o movimento Menos 1 Lixo vai estrear uma websérie pra falar dos verdadeiros impactos do plástico no meio ambiente. Fê Cortez, idealizadora do projeto e sua equipe estarão presentes na Marcha dos Oceanos e convida aos participantes para assisitir o primeiro episódio da série Mares Limpos, no Teatro da Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema. A série, em que tive o prazer de fazer parte da produção, aborda a questão do plástico com entrevistas e informações gravadas em diversas partes do mundo. Aproveite a oportunidade de ver esse lançamento em tela grande e com a presença do time Menos 1 Lixo e Sustainable Outdoor Life!


3- DIA 10/6 - DOMINGO - 8h - MUTIRÃO DE LIMPEZA - ROUTE BRASIL


O Mutirão de Limpeza da Lagoa Rodrigo de Freitas será feito com toda a vibe da ong Route Brasil, com participação de artistas embaixadores da causa como Mateus Solano, Sergio Marrone e Fernanda de Freitas. A ação tem o apoio da empresa Santa Luzia que trabalha forte na economia circular e será realizada em parceria com os Escoteiros do Brasil e o Renova Lixo e tem.

Como participar? Nosso ponto de encontro é no Parque das Figueiras, na Lagoa, a partir das 8h quando as atividades irão começar com aulão de yoga seguida da roda de oração pela natureza, coleta e separação de resíduos ao som de uma banda local. No local daremos todas as instruções e começaremos as atividades juntos.

ação de limpeza Route Brasil na Barra da Tijuca em fev/2018

Para saber mais sobre a programação completa da virada sustentável, acesse o link: goo.gl/nnwNUm

Vamos todos juntos participando dessa corrente do bem!

Mahalo!


www.soulife.me



0